No último dia 29, Kathryn participou da premiere da segunda temporada de Big Little Lies em NYC. Confira as fotos na galeria clicando nas miniaturas abaixo:

APARIÇÕES & EVENTOS > 2019 > 29/05 – SEASON 2 PREMIERE OF “BIG LITTLE LIES” AT JAZZ AT LINCOLN CENTER

108851630_k-3.jpg 108851645_k-6.jpg 108851820_k-14.jpg 1146904509.jpeg

APARIÇÕES & EVENTOS > 2019 > 29/05 – BIG LITTLE LIES PREMIERE AFTER PARTY

1152540122.jpeg 1152540122.jpeg 1152540122.jpeg 1152540122.jpeg

Kathryn concedeu uma entrevista para a Cosmopolitan acompanhado de uma sessão de fotos incrível onde ela conta ainda não acreditar tudo que está acontecendo em sua vida no momento, e como ela não seguiu os conselhos da Emma Roberts. Leia traduzido abaixo:

Kathryn Newton não supera o quão lindos são seus colegas de elenco. Estamos com ela em uma janela dentro da Dirty French em NYC comendo panquecas e ovos benedict para que ela não precise escolher o que prefere comer. A atriz de 22 anos ama falar sobre seus três poodles tanto quanto ama falar sobre os projetos que ela está em NYC para promover: O drama da Netflix The Society, o blockbuster Pokemon Detetive Pikachu e a segunda temporada de Big Little Lies, onde ela atua ao lado de Reese Whiterspoon, como sua mãe. Você sabe, Abigail é aquela que tentou vender sua virgindade online.

Embora ela tenha a idade mais próxima da repórter que ela interpreta em Detetive Pikachu, ela parece mais com a menina de 16 anos que ela interpreta na série da Netflix. Kathryn é pequena, mas ela ocupa espaço, balançando seus braços no assento perfeito para as pessoas verem. Seus apliques loiros ocupam os ombros. Ela palpita sobre a mesa, usando uma roupa da Chrome Hearts e chinelos da Gucci – esse tipo de estética artisticamente desgrenhada que lembra a abelha-rainha da sua escola.

Quando menciono Alex Fitzalan, que interpreta Harry, o menino rico, mimado e problemático em The Society, sua série da Netflix sobre um grupo de adolescentes ricos de Connecticut acabam presos em um universo paralelo sem supervisão de adultos, e ela literalmente geme. “Oh meu Deus, e ele é australiano. Nos dê uma folga, por favor.”Mas seu favorito? O psicopata Cambell, interpretado por outro australiano, Toby Wallace. “Eu amo trabalhar com eles porque são todos tão lindos,” ela ri. “Eu fiquei meio ‘O que é isso?’ Mas ninguém fez nada engraçado. De verdade. Não tinha nada engraçado.”

Na verdade, “Eu nunca tive um namorado,” Kathryn conta, sobre a falta de encontros no set de The Society. Foi meio que uma experiência da faculdade – vários jovens passando um tempo sem supervisão entre os dias de gravação – mas eles estavam em Boston a trabalho, e Kathryn não tem interesse em namorar atores. “É um saco. Eu já vi várias meninas da minha idade quebrando seus corações,” ela diz.

Depois que terminamos de comer e sentamos no carro para irmos para a sessão de fotos da Cosmopolitan, ela solta do nada que uma de suas mães de tela famosas, Julie Roberts, colocou sua sobrinha, Emma Roberts – para ser casamenteira. “Ela dizia ‘Precisamos te arrumar um namorado. Você gostaria dele? E aquele outro? Mas eles são todos atores,” Kathryn quase grita, mas abaixa a cabeça. “Talvez eu seja estúpida.” O que?

Longe disso. Kathryn é filha única – “Eu costumava ter problemas para compartilhar condimentos, muito menos uma refeição inteira” – de pais de sucesso. Sua mãe, Robin, foi uma pilota de aviões e seu pai, David, fazia negócios na China. Papa Newton insistiu em ensinar Mandarim para Kathryn para que ela pudesse tomar conta da empresa um dia. A atriz disse um grande não, mas pode usar suas habilidades com línguas para conversar com fãs durante a turnê de imprensa de Detetive Pikachu.

Kathryn trabalha como atriz desde que tinha 4 anos em All My Children mas insistiu em ir para uma escola normal em Los Angeles. “Eu ia para a aula de biologia, e meu telefone começava a tocar porque era meu agente, “ ela diz, revirando os olhos.

“Eu pegava detenção porque você não pode usar o celular. E eu tentava explicar ‘Eu sei, mas é meu agente.’ E eles ficavam meio ‘Eu não ligo!'” Kathryn amava isso mas admite que isso acontecia porque ela ainda não estava lá. Ela esteve em Atividade Paranormal 4 ou gravando Sobrenatural, a série da CW onde ela interpretou Claire Novak desde 2014.

Ao invés da faculdade, Kathryn teve sua educação vindo de mentores como Reese Whiterspoon em Big Little Lies e Jensen Ackles e Jared Padalecky em Supernatural (“Eu aprendi coisas com eles antes de tudo. Eu ficava meio ‘É assim que é uma estrela. Eles conseguem sua própria Coca-Cola'”). Ela absorve toda lição que pode dos mestres, e quando foi sua vez de liderar uma série, ela foi até Reese para conselhos.

“Antes de eu começar The Society, eu disse a ela ‘Eu estou assustada'”, Kathryn diz sobre interpretar Allie, uma menina comum que se torna uma líder relutante, forçada a governar o grupo de adolescentes depois de uma tragédia que não vou dar spoilers aqui. “Reese dizia ‘Você já é uma líder, você vai ficar bem. Leve todos pra jantar, leve eles para jogar boliche, receba todos em casa para uma noite de jogos.'” E ela fez isso, comprando uma fazenda do lado de fora de Boston que o elenco usava como uma sala comunitária, pegando comida do jardim e fazendo massa do zero. “Isso criou uma base onde ficamos realmente confortáveis uns com os outros e amamos uns aos outros, e então a série fica melhor assim, sabe? Ainda temos um grupo pra conversar. Eu tenho novos amigos.” Kathryn parece quase surpresa.

Ela não deveria ficar, mas posso ver porque. No set, Kathryn faz uma brincadeira sobre sair como não é fiel porque ela sabe a diferença entre um colar de diamantes caros e uma réplica barata. Mas aí que está: Ela não é fiel. Ela chama Shailene Woodley e Zoe Kravitz de suas “mães legais que são jovens.” Ela conta algumas coisas sobre trabalhar com a Meryl Streep na segunda temporada de BLL (“Ela fez dentes falsos para o papel, sabia? Ela não pediu pra ninguém, nem mesmo a HBO. Ela apenas fez.”) O vestido gigante da Ralph & Russo que ela usou na premiere de Detetive Pikachu em New York foi originalmente escolhido para a Sarah Jessica Parker usar no Met Gala desse ano.

Agora que a série finalmente saiu, seus colegas de elenco vem até ela para conselhos. Quando Jack Mulhern foi basicamente forçado a fazer um Instagram por fãs que estão apaixonados pelo menino fofo Grizz, ele se sentiu… esmagado. “Ele é tipo ‘Eu não sei como desligar minhas notificações, Kathryn!'” Ela começa a rir e tenta imitar ele jogando as mãos pra cima frustrado. “Ele dizia ‘Jesus Cristo, faça parar.’ Eu estava morrendo.”

Até o dia a dia de Kathryn parece um sonho. Seus hobbies favoritos, comprar coisas vintages e jogar golfe, parecem incrivelmente luxuosas. Ela insiste que vive em moletons e abrigos de caminhada, mas eu sinto que isso é tão sofisticado quanto o que ela está usando hoje. Oh, e não vamos esquecer os poodles, que se chamam – Danforth Lady Bird Tiny Paris, Jack King Ruler of All Floof e Buddy Hella Good Boy Gonna Need a Big Bank. Para ser justo, isso é mais para diversão. Ela chama eles de Tiny, Jack e Buddy no dia a dia.

Para qualquer outro ser humano no planeta, a vida charmosa de Kathryn faria ela ser extremamente desagradável. Ela recebeu conselhos de amor da Emma Roberts pelo amor de deus. E ELA NÃO SEGUIU. Mas a intensa e genuína excitação de Kathryn em cada palco dessa jornada, e a graça na cara do estrelato eminente, vai fazer você torcer por ela. Ela não parou de sorrir nas seis horas que compartilhamos. Ela também não acredita que essa é sua vida!

“Eu fico no Twitter quando estou sozinha no hotel o dia todo depois de um longo dia, e eu vou falar com meus fãs,” ela conta. “E eles dizem as coisas mais legais. Eles falam ‘Continue docinho, estou tão orgulhosa de você’. Eles me mantem seguindo em frente.” Ela fica tonta sobre uma thread no Twitter que compara ela a vários drinks do Starbucks.

Ela está feliz por estar aqui, figurativamente e literalmente falando… Nessa turnê de imprensa. “Você come bastante, veste roupas maravilhosas e então conhece muitos fãs e fala sobre o projeto que você ama,” ela diz. “Eu tive alguns atores que me disseram, ‘Oh, se prepare para a turnê de imprensa. Oh meu Deus, vai ser tão estressante.’ E eu fiquei meio ‘Eu não sei onde está esse estresse gente. Eu não posso ver desse hotel.”

E mais, a moça não liga pro que você pensa do corpo ou pele dela, o que é ótimo. “Você nunca se sente mal consigo mesma até que alguém diga ‘Você não deveria usar essa blusa.'” Sendo uma atriz, ela passa por cabelo e maquiagem quase todos os dias. “Você começa a ver defeitos que não estão ali,” ela explica. Então ela tenta ignorá-los e sempre come o que quer, incluindo panquecas e ovos benedict com batatinhas. “Todos são lindos, e não é sobre como você é para contar uma história. Não é. Eu nunca olhei para uma atriz e pensei ‘Oh, ela é tão magra’ ou ‘Oh, ela é tão gorda.'”

Kathryn não é aquela pessoa que teve coração partido – o que é bom para ela. Ela não é como sua personagem Allie, que perde sua virgindade para o Harry depois de ser rejeitada pelo crush Will – e ambos só tem olhos para a mesma menina (Kelly). Talvez seja por isso que ela não entre na onda da Emma e aceite esses encontros as escuras com atores. Quem precisa deles?

Fonte: Cosmopolitan

Confira as fotos da sessão de fotos para a Cosmopolitan clicando nas miniaturas abaixo:

INICIO > ENSAIOS FOTOGRÁFICOS > 2019 > COSMOPOLITAN

katcosmo-005.jpg screenshot-2019-05-23-21h01m56s712.png screenshot-2019-05-23-21h02m08s846.png katcosmo-004.jpg

Kathryn, acompanhada de vários membros do elenco de ‘The Society’ compareceram ao evento FYSEE da Netflix, onde eles promovem várias séries originais da plataforma de streaming. Confira as fotos em nossa galeria clicando nas miniaturas abaixo:

APARIÇÕES & EVENTOS > 2019 > 17/05 – NETFLIX FYC EVENT: PROM NIGHT PHOTO CALL EM LOS ANGELES

promnightLA170519-001.jpeg promnightLA170519-012.jpeg promnightLA170519-007.jpeg promnightLA170519-020.jpeg

Durante sua passagem por New York no início de maio para divulgar sua nova série The Society, Kathryn conversou com o Refinery 29 sobre o final enigmático de The Society e o que vai acontecer com sua personagem, Allie. Confira traduzido abaixo:

Aviso: Spoilers da finale de The Society.

Você conseguiu. Assim como os adolescentes de The Society, você sobreviveu a inquietante e dolorosa saga de 10 episódios. No final da primeira temporada, você provavelmente está curioso sobre aquela cena que os adultos usando laços amarelos e a placa com “Nós lembramos deles” na parede.

Entretando, The Society entrega mais detalhes sobre a segunda temporada antes mesmo de vermos a mãe da Allie, Amanda Pressman, lendo Peter Pan. Esse momento vai para Allie Pressman, a Kathryn, que é colocada em uma van escura. Esse veículo está provavelmente levando Allie para sua morte. Ainda sim, ela não parece assustada. Allie passa seus últimos segundos de tela praticamente sorrindo na cara de uma execução política. O momento sugere que o futuro da protagonista ainda não está definido – pergunte a sua intérprete Kathryn Newton.

“Ela aprendeu as regras do poder bem rápido, e uma delas é não revelar o que você sabe. Ela irá deixar alguém falhar,”, Kathryn conta para a Refinery29 durante sua visita aos estúdios em NYC.

Bom, muitos dos rivais da Allie estão prestes a falhar nos últimos momentos da primeira temporada. Muito do episódio é dedicado a destruição completa do crescente império político de Allie. Durante a temporada, a guarda de New Ham – mais conhecidos como o time de futebol, agora o mais perto que eles tem de uma polícia – veio ganhando uma energia não controlada e alimentada por testosterona. Em uma cena perturbadora, os membros da guarda, Jason e Clark, forçam a cidadã Lexie, uma suspeita do envenenamento no dia de ação de graças, a colocar absorvente na frente deles durante o interrogatório. Allie também ganhou mais poder na cidade do que imaginou. Ao mesmo tempo, o primo psicopata de Allie, Campbell vem lapidando sua marca própria escondido nas sombras, e com muita manipulação.

Todas essas coisas acontecem na finale. Campbell passa a primeira parte do episódio convencendo Lexie, a guarda e o menino bonito Harry que eles precisam dar um golpe e tomar New Ham da Allie. Eles deveriam estar no comando, e incita os outros.

Então, esses três seguem o plano de Campbell. Eles acusam Allie de armar para roubar as eleições para prefeito com a colaboração de seu parceiro Will. Allie e Will são colocados em uma casa presos e logo depois colocados frente a frente com os cidadãos irritados. O assassinato deles agora parece inevitável, especialmente quando a dupla é colocada na van da guarda. Mas, é claro, Allie dá o sorrisinho que estamos falando.

“Ela definitivamente irá lutar pelo que acredita, ela não vai desistir,” Newton conta o futuro de Allie. “Ela sabe seu poder agora, ela só precisa esperar pacientemente. Não foi planejado ou escrito, eu apenas senti isso.”

Quando você olha para todos os pedaços de The Society num quadro, a visão otimista de Newton para o próximo passo de Allie faz sentido. Sim, Campbell pode ter colocado sua prima na van da morte, mas Allie tem alguns apoiadores do lado de fora. O amado Grizz retornou de sua missão exploratória e encontrou terra para cultivar e algumas fontes de comida para New Ham – tudo porque Allie enviou ele lá pra ora. Gordie, a pessoa mais inteligente na cidade, está no time Allie. Quando Allie é presa no início do episódio, ela manda ele sair da casa, dizendo “Você não fará bem pra ninguém preso nessa casa.” Isso significa que ele pode fazer algo de bom para Allie e Will agora.

Então, tem Elle, o objeto de obsessão de Campbell. Allie “prendeu” Elle na finale para que pudesse protegê-la de Campbell. Campbell a leva de volta para “casa” no fim do episódio, então ela o acalma com um falso senso de segurança. Elle concorda com todos os caprichos sádicos de Campbell e promete que não irá fugir dele outra vez. Então, no momento que Campbell sai, ela solta a melhor ameaça da temporada. Elle é a mula da Allie contra o Campbell. É por isso que Elle promete a Allie na sua última cena “Terei certeza que você receberá o que merece. Eu prometo.” Essas palavras não são uma ameaça, elas são um voto de proteção.

Mesmo que os oponentes políticos dee Allie não tenham certeza sobre puní-la. Lexie, que passa a maior parte do episódio enfurecida com a Allie, imediatamente parece reconsiderar seu novo status em New Ham. A nova co-prefeira parece perplexa com a possibilidade de ter que matar Allie por causa de uma mentira que ela inventou. Mais cedo no episódio, Allie conta a Lexie que ela não queria a responsabilidade de liderar. A última cena da Lexie prova que Allie estava certa. Então, um membro da guarda, Luke, que parece doente com essa conspiração que ele se meteu.

Então, não conte que Allie Pressman já está fora – Kathryn Newton certamente não está.

Fonte: Refinery29

No dia nove de maio, Kathryn participou do screening de ‘The Society‘, evento sediado pela Netflix para promover a série e exibir seu primeiro episódio antes da estreia oficial. Confira as fotos abaixo:

APARIÇÕES & EVENTOS > 2019 > 09/05 – SCREENING DE ‘THE SOCIETY’ EM LOS ANGELES

tsocietyscreenLA090519-001.jpg tsocietyscreenLA090519-010.jpg tsocietyscreenLA090519-022.jpeg tsocietyscreenLA090519-023.jpeg

Confira o vídeo de uma entrevista dada no black carpet:

DESENVOLVIDO POR lannie d.